quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Mãe de segunda viagem também sofre...

Hoje foi o primeiro dia de aula, tudo normal fora que meu menininho nunca havia ido pra aula até hoje, aí pensa numa mãe engasgada, rs!
Não chorei e nem demonstrei nada disso, mas por dentro estava em prantos...
Pensava comigo:

                            - Como que meu bebê, meu menininho começa a ir para a escola?
                             Ele é tão dengoso, tão bonzinho será que vão tratar ele com carinho?
                             Será que ele vai sentir minha falta??? Será que ele vai chorar?



Enfim fui eu pensando comigo mesma em tudo isso, mas com um sorriso no rosto, sou boa nisso, disfarço bem, mas meu coraçãozinho tava que se desmanchava e olha ontem no face coloquei uma foto de um ninho vazio  falando da minha aflição e só deu mamães falando a mesma coisa...
Minha conclusão, "mãe é tudo igual, só muda de endereço!"

A sensação é bem essa, ninho vazio, ontem eu pensava como vai ser amanhã, o que irei fazer sem meus amores?

Eu vejo meus filhos assim, vejo eles como meu escudo, não sou eu que os protejo mas eles que me protegem, me dão força, quando estou com eles sou forte, safa, sei me virar em qualquer situação, mas sozinha me sinto uma barata tonta, terei que reaprender a ser eu comigo mesma, difícil!

Com eles sou invencível!

Mas calma que entre mortos e feridos salvaram-se todos, eu não me deixo abater, quando vejo que estou descendo ladeira abaixo com maus pensamentos grito comigo mesma:

EU NÃO ADMITO ISSO JANAINA, SE RECOMPONHA!!!

E assim  eu faço, na mesma hora do desespero interior, subo no salto, sacudo a cabeleira e saio pisando firme, nem que por dentro esteja em frangalhos, se sou forte não sei, mas que me faço de forte isso eu me faço!!!
Então assim hoje começa uma nova etapa da minha vida, da vida dos meus anjinhos e o mais importante é que estamos juntos nessa , outra coisa que tenho firme comigo é que o que está acontecendo é uma coisa super saudável,, que é excelente pra eles, então porque ficar eu querendo achar pelo em ovo, hum?
Sai fora pensamento emcabrunhado, sai fora bode preto amarrado no meu lindo pezinho, eu sou mulher forte sim senhor!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkk!
Mas isso tudo é pra vocês verem que mãe se segunda viagem também sofre, a gente acha que com o segundo filho será diferente, que seremos mais fortes, mais sabidas, digo que em algumas coisas sim, mas em outras o sentimento é o mesmo, como se nunca tivéssemos passado por isso, tá aí a prova o que estou vivendo agora...

 Meus amores indo hoje de manhã pra escola, lindos demais! 
Eu mãe babona que sou fui atrás tirando fotos e todas, todas as mães que passavam por mim riam como se me dissesem: 
"Eu te entendo!"


E Luanzinho ao contrário dos meus temores entrou firme na sala de aula, a exemplo de sua mãe, claro!
Me beijou e entrou na sala de aula, nem olhou pra trás, eu claro fiquei super orgulhosa!
E é isso irei fazer aqui minhas coisas, me preparar pra busca-los e receber eles com todo amor e hoje deixo aqui o relato de uma mãe sofredora, rs! 
Mas que acima de tudo é feliz demais por Deus ter me dado um tesouro tão grande, que são meus filhos!!!
Bjs Jana Cassis.

21 comentários:

  1. Bom dia Jana!
    Realmente nós mães só mudamos de endereço, as angústias são as mesmas né, mas temos que entregar a vida de nossos filhos nas mãos do Senhor, que ele sim cuida deles, sem angústias né rsrs.
    Fica com Deus e se prepare para recebê-los com todo o seu amor.
    Lindo dia para você e fica com Deus

    ResponderExcluir
  2. Oi Jana,

    Vou passar por esta situação daqui a alguns dias com Kamilla que tem 2 anos e 7 meses, pois as aulas ainda não começaram por motivo da greve dos policiais. Já passei pela situação, pois tenho uma filha de 17 anos, mas ela fez igual a seu Luanzinho, entrou firme na sala de aula. Te compreendo, mãe de segunda viagem sofre sim, porque não? E sei que minha segunda filha Kamilla, vai demorar mais para se adaptar, pois é muito apegada a mim. Mas como você mesmo falou, é um processo super natural e temos que enfrentá-lo com carinho e sabedoria.
    Depois conto como foi o meu processo com minha pequena.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Tá com muito tempo que senti isso, Jana! É que meus filhotes já estão grandes, mas os primeiros dias de aula deles eu sofri um pouquinho. rsrs Mas é muito legal vê-los criando asas para voar nesse mundo tão doido, né? Boa sorte pra todas nós.

    Bjo carinhoso.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jana! Olha, ainda não sou mamãe, mas sou professora, embora não esteja trabalhando para dar conta da facul. Eu sei que as mães sofrem muito na hora de deixar seus filhos na escola pela 1ª vez e é até normal pq, afinal de contas, vc está entregando seu bem mais precioso a outra pessoa que vc mal conhece. Mas estar na escola desde novinho ajuda muito nas fases mais formais da educação. Com certeza, seu filho vai se desenvolver bastante. Aproveite esse tempo para adiantar suas tarefas diárias ou cuidar de vc. Bjinhus e força!

    ResponderExcluir
  5. Nem me fale nisso Jana,e de doer o coração,fica um vazio enorme não e?,eu nunca me acostumei a mandar Maitê para a escolinha,mas pelo menos ela esta feliz,com sua turminha,crianças como ela,eles se divertem muito,sentem falta da escola,agora nos temos que começar a procurar refazer esta parte da nossa vida,a de pessoa,que tem sua vidinha também...eles vão crescendo e vamos ficando num vazio enorme,então agora e uma otima oportunidade de você tratar de você mesma,sair,tomar sol...se sentir com mais tempo para seus projetos,esse tempo agora e seu...faça o que quiser Janinha,eles estão bem,nos e que sofremos demais. Beijinhos Deusa

    ResponderExcluir
  6. Oi Jana nossa seu relato me fez relembrar quando meus pimpolhos eram pequenos e o sofrimento era muito grande no início das aulas...mas é assim mesmo mãe é tudo igual sofre mesmo por qualquer motivo e se não tiver um ... inventa...hehehehe...
    Você tem que pensar que o Luanzinho já ficando um mocinho e agora já começa a ensaiar as primeiras batidinhas de asa...é assim mesmo...e olha quando eles forem pra faculdade, se forem estudar em outra cidade ou estado vai ser o mesmo sofrimento, eu já passei por isso tb. Mas tenha calma que vc vai sobreviver querida.
    bjos e fique com Deus,
    Marlene

    ResponderExcluir
  7. Devo ser uma mãe muito relapsia , meu filho tem 15 anos, foi para o jardim com 2 pois, queria um amigo para brincar.
    Levei esperei que chorasse , nada disso ele ficou bem e eu também.
    Talvez por ser professora isso colabora muito para que me sinta segura e que ele se sinta seguro.
    Amada é assim...quanto maior menos são nossos, Deus deu a eles também uma missão lembra disso.
    Teu filho é lindo !
    Beijocas
    Néia

    ResponderExcluir
  8. Mãe e tudo igual mesmo rs.. como nossos bebes crescem rápido né agente não ta prepara pra isso não.Bjus

    ResponderExcluir
  9. Oi Jana , ai até chorei lendo seu post pq acho q tbm serei assim , mas até que isso não aconteça vou curtindo cada segundinho com o meu filhote . bjinhos*

    ResponderExcluir
  10. Ei flor, tá tendo sorteio la no blog, passa lá ?

    ResponderExcluir
  11. JANA, JÁ PASSEI POR ISSO E É UMA DOR TERRÍVEL, AINDA MAIS EU QUE SOU PROFESSORA...NEM PODIA CHORAR, OU DESENCORAJARIA AS OUTRAS MÃES...FIQUEI NO SALTO, SORRI, DISSE VAI FILHO(A)...HOJE JÁ CRESCERAM ELES VÃO SOZINHOS...EU FICO COM MINHAS LEMBRANÇAS.FAZER O QUE NÉ? ELES CRESCEM JANA E NÃO OLHAM PRA TRÁS...SIGAMOS EM FRENTE, COM DEUS!ELE SIM NOS LEVANTA E NOS AJUDA A ENTENDER ESTA LOUCURA QUE É A NOSSA VIDA!BJS AMADA, GOSTO MUITO DE VC SABIA?

    ResponderExcluir
  12. . que depoimento lindo Jana!
    . não sou mamys, mas não tem como não emocionar ao ler sua postagem.
    . parabéns pela família Cassis feliz.
    . bj. fique com DEUS.

    ResponderExcluir
  13. Nem gosto deste assunto ! Chorei em tantos momentos ao perceber q meu ninho estava ficando vazio ! Hoje já estou me preparando para o mais novo iniciar seu voo para a vida adulta . O tempo passa muito rapido e temos q aproveitar ao máximo e sempre será pouco !!Abraços

    ResponderExcluir
  14. Ai Jana!!! Chorei lendo seu post!!

    Mãe só muda de endereço! rsrsrs

    Bjs minha Queridona!

    Beijocas e pipocas nos Filhotes amados!

    ResponderExcluir
  15. Oh que lindo , flor...
    É exatamente isso msm, falou td.
    Tbm sou mãe pela segunda vez, e vc tem td rasão, nessas horas, fingimos q somos fortes e q está td bem...
    Mas só Deus conhece o nosso coração como fica apertado.
    Passei por isso tbm segunda- feira.
    Até fiz um post meio engraçado sobre o retorno as aulas. Mas é uma maneira de disfarçar o q estava sentindo rsrs.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  16. Oi Jana!! Toda mãe entende o que vc está falando... parabéns pelo sincero depoimento!! A propósito, seu filho é lindo... Grande abraço!!!
    www.arquitrecos.com

    ResponderExcluir
  17. Não é mesmo fácil !
    Temos a sensação de que eles só estão seguros debaixo das nossas asas.

    Deus abençoe a vc e a todos os seus!!!

    http://crisdocesimplicidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Oh, minha linda....vc me emocionou com esse post..eu me sinto como vc em relação a filhos..tb me sinto uma barata tonta sem a minha.
    Mas como vc disse, é para o bem dele, e sei que isso que tá sentindo vai se amenizar com o passar dos dias e vc vai encontrar ao que te preencha e te conforte...mas minha linda, a vida é assim mesmo, como digo...NÃO SÃO OS FILHOS QUE DEPENDE DA GENTE É NÓS QUE DEPENDEMOS DELES!!!!
    Mas juro que me surpreendi, achei realmente que com o segundo filho fosse mais fácil...ai,ai...
    Bjus da sua amiga que te adora de montão!
    Si

    Ah, te mandei um e-mail,tah!

    ResponderExcluir
  19. Ai que lindo meu afilhadinho....ele é um fofo!
    Todo corajoso ele né...
    Beijinho

    ResponderExcluir
  20. Comigo foi igualzinho!!! E com o caçula, parece até q o sofrimento é maior buáaaaa!!!!!! Mas hj em dia a Pietra ja vai fazer 05 anos q frequenta a escolinha e o Fernando, 02 anos e meio...então já me acostumei...tiro a tarde pra fazer minhas coisas, agora to achando até bom...fora q eles evoluem pra caramba na escola, fazem novos amiguinhos, aprendem a conviver em sociedade, aprendem q lá fora não é igual a casa da mamãe, q pra tudo tem um limite, voltam sujos e felizes pra casa, sempre com uma historinha nova...e a vida segue né amiga...e por falar nisso, agora a tarde vou comprar uma tinta pra tingir meus fios brancos, pq não é pq a vida segue q eu vou me entregar assim fácil, enquanto houver tinta e renew neste mundo, a gente pára nos 25 durante uns bons aninhos! rsss...bjssss

    ResponderExcluir
  21. Que lindo esse sentimento, não é mesmo? Ser mãe! Ainda não sou, mas sou louca para ser, e sei que quando for vou ser muuito coruja! Olha, vai vai dar tudo certo, suas crianças são suuper bem criadas, e saberão lidar com situações diversificadas na escola, são lindos, saudáveis. Vai dar tudo certo, você vai ver!
    E você vai superar essa, vai ver! É a famosa síndrome do ninho vazio, mas logo passa, esse sentimento é bom, e muuito comum entre mães que amam seus filhos!

    Boa sorte para seus amados na escola.

    Beeijos, linda! =)

    Cáhh Chaves.

    ResponderExcluir

Obrigada por passar um tempinho comigo!
Seu comentário é muito importante para mim.
Bjs Jana Cassis.

"Não tenho culpa se meus dias têm nascido completamente coloridos e os outros cismam em querer borrar as cores. Não tenho culpa se meu sorriso é de verdade e acontece por motivos bobos, mas bem especiais. Não tenho culpa se meus passos são firmes. Não sou perfeita... Eu tropeço e caio de vez em quando, aliás, eu caio muito. Meus olhos... Tem brilhado bem diferente ultimamente. E brilham diferente a cada dia... e começo a me preocupar... pois tenho medo da velocidade dessas alterações... E no meu mundo mais lindo e completo não consigo entender a existência de algumas pessoas. Mas o mundo aqui não é dos mais justos mesmo... Compreendo. Mas mesmo assim, eu tenho bastante lápis de cor... Empresto pra quem quiser pintar a vida. Mas por favor... Não borrem a minha." Essa sou eu tentando colorir a vida... Beijos mil a todas!! Jana Cassis.